Educação Inclusiva: ações em prol dos alunos especiais

Formação para auxiliares de classe envolveu profissionais de várias especialidades

Educação
Quinta, 21 de março de 2019.
Prefeitura Municipal


A Formação para os auxiliares de classe das Escolas da Rede Municipal de Ensino, que ocorreu durante todo o dia, 20/03, é uma destas ações que visam garantir a permanência do aluno especial na escola. Neste ano mais 15 auxiliares passaram a integrar o quadro, totalizando 36 auxiliares dedicados ao aluno especial.

Logo cedo, Ana Teixeira - Secretária de Educação e Cultura deu as boas-vindas e falou um pouco da importância das formações: “A equipe tem o importante papel de contribuir com a inclusão do aluno com necessidades especiais; melhorando a qualidade de vida, a partir do avanço, no atendimento dentro da escola”.

Em seguida Araã Isabela – Coordenadora administrativa do CEAM – Centro Especializado em Atendimento Multidisciplinar, conduziu o início da formação apresentando a equipe multidisciplinar.

A aluna Bruna (Escola Nair Alves) além de apresentar duas coreografias de dança, demostrou entrosamento com o público, sendo espontânea, ficando bastante à vontade - provando que o autista pode realizar inúmeras atividades.

Luciene de J. dos Santos - Auxiliar de classe de dois alunos da rede, sendo um desses, o jovem Diego Luís (Escola Jecelino Nogueira), com limitação motora - diz que as formações servem para orientá-los no modo de agir no dia a dia, o que diminui as dificuldades.

Já para Marcos Batista Ribeiro/Escola Gilberto Alves – auxiliar de Gabriele Ribeiro (Gabi), com limitação intelectual – diz que: “a partir das orientações obtidas nas formações e com o suporte da gestão escolar, as atividades são adaptadas ao aluno – com isso, a cada dia nós nos surpreendemos com a superação deles”.

O dia de formação para os auxiliares de classe contou com as seguintes palestras: “Os fundamentos da educação inclusiva”, (Profª Jeane Muniz); “Vivências de novos desafios”, (Zizêlda Viana/Psicóloga); “Microcefalia”, (Ana Flávia Guimarães/Fisioterapeuta); “Distúrbios de aprendizagem”, (Ednalva Trindade e Shirley Costa/Psicopedagogas); “Comunicação e comportamento”, (Marcel Andrade/Psicólogo e Luís Rabelo/Fonoaudiólogo) e “Atribuições dos auxiliares de Classe”, (Lucineide Cabeceira/Psicopedagoga).

Shirley Costa, acrescenta: “a formação serve como reciclagem para os profissionais que já fazem parte do quadro, e contribui com a preparação dos que passam a integrar a equipe de atendimento especial”.

Outras ações estão programadas para ocorrer ao longo do ano de 2019.

Texto: Edimilson Chaves



Voltar