Caravana da Juventude movimenta escola de Catu

Projeto Mais Grafite foi realizado na escola municipal Anna Ribeiro Bittencourt

Ações Especiais
Sábado, 05 de maio de 2018.
Prefeitura Municipal


Na última quinta-feira (3), a Caravana da Juventude, ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), através da Coordenação de Políticas para Juventude (Cojuve), levou uma programação inovadora para a Escola Anna Ribeiro Bittencourt: o Projeto Mais Grafite. Além disso, durante todo o dia, oficinas de teatro, turbante, jiu-jitsu, música e cinema integraram as atividades culturais na unidade de ensino. A ação foi realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de Catu, através das Secretarias de Juventude, Esportes e Lazer, Educação e Cultura.

“É bom grafitar. Hoje é a primeira vez que aprendo a fazer a arte nos muros da minha escola. Confesso que me encantei de primeira”, declarou a estudante Ariane Silva, 15. A Caravana tem como objetivo contribuir para o enfrentamento à violência contra a juventude, além de sensibilizar os estudantes da rede pública de sobre a importância da ocupação e transformação estética do espaço público em que estão inseridos, através das técnicas da arte do Grafite.

“O grafite é um hip-hop que nos ensina a aprender coletivamente. Moro em Salvador e vejo que a mídia do meio dia nos força a acreditar que só existe barbaridade ao nosso redor, em nossos bairros, principalmente nas escolas públicas. E na verdade, hoje, o que vejo nesta escola, são pessoas construindo, criando, afim mesmo de participar. O que eu vi aqui foi felicidade no olhar dessa juventude”, pontuou grafiteiro e orientador da oficina, Júlio Costa.

A secretária municipal de Educação e Cultura, Ana Teixeira, fez referência ao projeto pedagógico Escola Viva e afirmou que a iniciativa da Caravana da Juventude trouxe para o espaço escolar, o cerne da escola proposta pelo projeto pedagógico: integração, atividades artísticas e culturais, e muito movimento.

A idéia de integrar o Mais Grafite e a Caravana é uma iniciativa pioneira no interior do estado, e fortalece as atividades pedagógicas culturais da escola, o que tem motivado os alunos a serem protagonistas nos espaços educacionais e na própria comunidade. “Iniciamos um projeto chamado “Minha escola é um espaço de resistência”, que trabalha exatamente essas discussões sociais. Como teve uma aceitação muito bacana dos jovens, estamos realizando parcerias para trazer novas atividades a cada mês, por isso, fomos muito felizes em começarmos com pé direito recebendo o Mais Grafite”, explicou a coordenadora pedagógica, Patrícia da Costa.

Além da programação artística, cultural e social, a equipe da Cojuve ainda realizou emissões de CPF e cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem), para incentivar as inscrições dos alunos no Exame Nacional do Ensino Médio 2018 (Enem). “É um dia diferenciado, incluindo o grafite como transformação social e oportunidade para construir novas perspectivas. A caravana serve ainda para chamar a atenção dos alunos para a importância de concluir o ensino médio, de serem protagonistas nas ações escolares e de se prepararem para o mercado de trabalho”, finalizou Jabes Soares, coordenador da Cojuve.

Com informações - ASCOM/SJDHDS
Fotos: ASCOM/PMC


Voltar